sexta-feira, 1 de abril de 2011

EPI é última barreira entre perigo e trabalhador

     Segundo pesquisadores do Departamento de Engenharia de Minas e de Petróleo, da Escola Politécnica, da Universidade de São Paulo, as considerações sobre os EPIs não se limitam a proteger, ou não, o trabalhador. Seu uso impróprio pode comprometer o desempenho, a segurança, o conforto físico-emocional e a comunicação dos trabalhadores. Por isso, eles alertam para a importância de se rever a escolha desses equipamentos
frequentemente.
     No estudo, "Efeitos da alteração do limite de exposição ocupacional à sílica cristalina no processo de seleção de respiradores", publicado em dezembro de 2010 na Revista Escola de Minas, André Beltrame e colegas esclarecem que entre os motivos para a revisão dos equipamentos estão: mudanças no processo produtivo (possível alteração do nível de exposição); mudanças na legislação e desenvolvimento de novas tecnologias (equipamentos que possam promover maior conforto com a mesma proteção). "Algumas dessas mudanças podem ser consideradas diretamente pelo profissional responsável pela seleção de EPIs, como as mudanças no processo produtivo, ou a troca de um equipamento. Entretanto outros fatores só podem ser considerados pelos higienistas e demais profissionais da área de segurança e saúde que se mantenham atualizados", explicam no artigo.
     Os pesquisadores destacam que no caso de trabalhadores que lidam com sílica, um contaminante da indústria mineral, causador da silicose - doença pulmonar crônica e incurável -, os equipamentos usados, frequentemente, não apresentam boa vedação ou acomodação na face do usuário, além de ficarem depositados no chão. "Isso indica a falta de percepção do risco pelos trabalhadores, consequência da falta de treinamento dado pelas empresas em relação à utilização e manutenção dos EPIs", dizem.
     Por isso, eles acreditam na importância de se criar uma forma centralizada de atualização do conhecimento relacionado à escolha dos EPIs, para que os responsáveis por sua escolha possam estar sempre informados e atualizados das mudanças ocorridas, facilitando essa tarefa e, assim, mantendo os trabalhadores protegidos e suas empresas em conformidade com os requerimentos legais. "Propõe-se que seja criado um portal na internet onde os engenheiros de segurança, técnicos de segurança e higienistas ocupacionais possam acessar informações de maneira simples e organizada, apoiando o processo de seleção de EPIs em conhecimento atualizado", sugerem.


Este texto foi transcrito na íntegra do site canalvg e encontra-se disponível no seguinte endereço:http://www.canalvg.com.br/index.php/canalvg/descricao/geral/noticia/EPI+%C3%A9+%C3%BAltima+barreira+entre+condi%C3%A7%C3%A3o+perigosa+e+trabalhador.html


0 comentários:

 

Copyright © 2010 Gestão SMS | Blogger Templates by Splashy Templates | Free PSD Design by Amuki